Browsing Tag

sala

Decoração Dicas para casa Faça você mesmo - DIY Minha casa

3 ideias de DIY para cada cômodo

vasinho de suculenta diy

vasinho de suculenta diy

Oi gente! Como uma boa apaixonada por decoração barata e ideias de faça você mesmo, eu sempre penso muito antes de comprar algo pronto. E também, levo em consideração se, em vez de gastar horrores com algum móvel ou reforma, há outra forma mais barata de decorar a casa. Eu reuni neste post 3 ideias de DIY para cada cômodo da casa, coisas fáceis que você pode fazer hoje mesmo.

Continue Reading

Decoração Dicas para casa Faça você mesmo - DIY Minha casa

Pintar meia parede: dicas para fazer isto facilmente

meia parede pintada

Oi gente! Eu queria dizer que é um sentimento tão bom quando percebemos que nossa casa está ficando com a nossa cara! E hoje vim mostrar mais uma mudança que fiz e dar dicas para pintar meia parede facilmente, vocês vão ver.

Pintar meia parede pode ter seus obstáculos, mas com algumas dicas esta tarefa fica mais fácil e você vai querer sair pintando todas as paredes da casa. rsrsrs

Este tipo de pintura ainda não caiu no gosto de todo mundo, quando postei lá no Instagram do blog algumas pessoas vieram dizer que não gostavam desta forma de pintar. Eu confesso que até tempo atrás também não curtia muito, até que comecei a gostar e resolvi arriscar.Olha o antes e depois:

pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente

 

DICAS PARA PINTAR MEIA PAREDE

 

1. Medidas perfeitas

A primeira coisa a fazer a medir certinho. Eu odeio esta parte de medir porque sempre tenho medo que fique torto já que aqui em casa tudo é meio torto. rsrsrs Eu medi a altura de 1 metro do chão. Escolha a parede que irá pintar e vá marcando pontinhos na altura desejada ao longo de toda esta parede.
pintar-meia-parede-facilmente

Não precisa ser vários pontinhos, faça apenas alguns, com um bom espaço de distância entre eles.


2. Fita crepe: qualquer uma

Sempre achei que minhas pinturas ficavam ruins porque eu usava fita crepe ruim mas não é verdade. Desta vez usei fita crepe bem barata e deu super certo, então não se preocupe em comprar das mais caras, o segredo para não vazar vem depois, calma.

3. Cole a fita sem apertá-la

Dica de ouro que aprendi com a Dani do blog Ricota Não Derrete: prenda a fita em uma das pontas que você fez a marcação. Vá soltando a fita aos poucos até chegar no outro lado, mas sem grudá-la na parede, vá trazendo ela solta.

Quando chegar na outra extremidade, grude a ponta. Agora sim, depois das duas extremidades grudadas na parede, vá apertando o restante da fita. Desta forma a fita tende a ficar mais reta, já que você não está forçando ela a ficar grudada na parede.

4. Sele a fita crepe

Agora sim, esta dica é fundamental para o resultado perfeito! Vamos aplicar tinta na fita crepe para selar ela. Se sua parede for branca como a minha, pegue um pouco desta tinta branca e aplique entre a fita crepe e a parede.

pintar-meia-parede-facilmente

 

Isto irá fazer com que a tinta que usarmos não escape por baixo da fita crepe, deixando aquele serrilhado horrível, sabe? Aplique apenas uma demão e deixe secar.

5. Aplicando a tinta

Agora sim vamos aplicar a tinta para pintar meia parede! Claro, nem preciso dizer para você isolar tudo com jornal e fita crepe, né? Isole o chão, rodapé e tomadas. A fita crepe não grudou aqui no rodapé por isto tive que pintar e ir limpando com um paninho úmido. A minha tinta não cobriu muito bem então tive que aplicar 2 demãos.
pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente

A tinta que usei foi a Véu da Suvinil com acabamento semibrilho pois é mais fácil de limpar, até já falei aqui no blog sobre a diferença dos acabamentos de tintas. Esta é a mesma que utilizamos para pintar a fachada da casa. Pensei que ela iria ficar muito clara mas como é dentro de casa ficou perfeito! Não ficou nem muito clara e nem muito escura.

6. Retirando a fita crepe

Na hora de retirar a fita crepe pode acabar dando alguma imperfeição pois a fita pode sem querer puxar uma lasca de tinta. Para que isto não ocorra, pegue o pincel e aplique um pouco de tinta por cima da fita crepe, pois ela molhada irá facilitar a retirada da fita.

Eu terminei de pintar e logo retirei a fita, enquanto a tinta estava molhada.
pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente

E agora basta desfrutar do seu maravilhoso trabalho! Eu acho que aqui em casa deu outra vida pra sala pois esta parede estava muito branca e vazia, até parece que a sala ficou mais acolhedora.

pintar-meia-parede-facilmente
pintar-meia-parede-facilmente

 

Gostaram do resultado e das dicas de como pintar meia parede? Qualquer dúvida ou sugestão deixem aqui nos comentários!

Bjo bjo
Decoração Dicas para casa Faça você mesmo - DIY Minha casa

Minha parede da sala: antes e depois

Oi gente, tudo bem por aí? Eu fiz uma pequena mudança aqui na sala de casa e resolvi mostrar pra vocês como ficou porque mudou MUITO o ambiente.

Já faz alguns anos que nós havíamos instalado o tecido de parede de tijolinhos, até já fiz um post bem completo aqui mostrando como instalar. Mas, por ser vermelho, com o tempo fui enjoando de ver ele todo santo dia, ainda mais que é na sala, né! Ou seja: você vê toda hora.

Continue Reading

Dicas para casa

Qual a iluminação adequada para cada ambiente?

Oi gente! A decoração não está completa quando falta uma boa iluminação. Mas às vezes fica difícil escolher qual a iluminação para cada ambiente, principalmente para deixá-lo mais aconchegante.

Eu percebi isto aqui em casa pois não temos lustre na sala, apenas a lâmpada fluorescente e realmente fica muito cansativo este tipo de iluminação, principalmente à noite na hora de relaxar. Por causa disto resolvi vir dar dicas sobre a iluminação, já que cada ambiente possui uma necessidade diferente.
Eu já falei aqui no blog sobre iluminação sem gesso, afinal, acaba não sendo possível fazer iluminação embutida e dificulta na hora de colocar iluminação localizada, dá uma olhadinha lá.

LEIA TAMBÉM: DIY: Como fazer luminária de nuvem

Antes de mais nada é importante saber que a iluminação deve ser funcional e não apenas estética. Por exemplo, não adianta você investir em um lustre lindo de tecido na cozinha já que este ambiente exige uma luz mais direta e também lustre que seja fácil de limpar, por causa da gordura.

ILUMINAÇÃO PARA A SALA

A sala é um local para relaxar após o trabalho, assistir um filme, ficar com a família… O ideal é uma iluminação mais aconchegante e suave, para que os olhos descansem. Para a sala é indicado uma iluminação amarelada e indireta, uma dica legal é utilizar lâmpadas dicroica voltadas para a parede ou para destacar alguma decoração, utilizar abajur ou luminária de trilho já que você pode direcionar os spots para onde quiser.
Mas, se você alguns momentos quer uma iluminação mais ampla ou direta, você pode instalar algumas dicroicas e também um lustre central, afinal sabemos que manter a iluminação apenas na dicroica pode ser caro.

ILUMINAÇÃO PARA A COZINHA

Diferente da sala, a cozinha exige uma iluminação mais direta e forte, para que possa cozinhar os alimentos e enxergá-los também! O ideal é utilizar lâmpadas fluorescentes ou de LED de cor branca, para que a iluminação seja de melhor visibilidade.
Aqui em casa a lâmpada da cozinha é branca porém fica longe da pia, se torna escuro para cozinhar e uma dica que vou fazer aqui é instalar mais uma lâmpada próxima da pia, nem que seja um spot direcionado.

ILUMINAÇÃO PARA O BANHEIRO

O banheiro possui várias possibilidades. Você pode colocar uma iluminação branca e intensa, principalmente próxima do espelho para facilitar na hora de se maquiar ou se barbear. Mas é legal também brincar com a iluminação no espelho, deixando um clima mais aconchegante, principalmente se for no lavabo. Você pode optar por spots no espelho ou, caso seja possível, uma iluminação que seja instalada atrás do espelho para que ela não fique tão direta e fique mais difusa.
Lembre-se: o importante é não criar sombras, principalmente próximo ao espelho, além de não optar por iluminação quente para que a pessoa não transpire.

ILUMINAÇÃO PARA O QUARTO

O quarto segue a mesma dica da sala: luz indireta e aconchegante e o indicado são as de cor amarelada. Como o quarto não fica com a lâmpada ligada por muito tempo, é possível investir em dicroicas direcionadas para a parede e teto ou iluminação de trilho também é uma boa dica. Aqui no nosso quarto a ideia é fazer iluminação de trilho e direcionar os spots para o teto ou paredes com quadros, que tal?!
 
Caso você goste de ler no quarto, um abajur ou luminária com uma luz branca pode auxiliar neste momento.

ILUMINAÇÃO PARA O ESCRITÓRIO

No escritório é importante uma iluminação branca como da cozinha, porém é necessário cuidar para que ela não dê reflexo na tela do computador. Uma dica é utilizar iluminação clara e difusa, ou seja, que não forme sombra nem seja uma luz dura e direta.
Caso fique muito escuro, você pode optar por colocar também uma luminária de mesa ou posicionar a mesa próxima da janela.
Além de se preocupar com o estilo e cor da iluminação que irá usar, a cor das paredes também influencia na iluminação, caso as paredes sejam muitos escuras, isto exigirá uma iluminação mais intensa.
Na hora de escolher a lâmpada, cuide pois algumas emitem mais calor que outra e isto pode deixar o ambiente desconfortável principalmente no verão. A iluminação de LED é muito indicada pois oferecer luz amarela sem esquentar e tem maior vida útil se comparada com as outras.
E aí, gostou das dicas? Me conta aí nos comentários como é a iluminação da casa de vocês!
Bjo bjo
 
Fonte imagens: Pinterest
Dicas para casa

Dicas de iluminação para sala de estar

A iluminação é indiscutivelmente o elemento mais importante de qualquer sala. Não só proporciona uma função vital, como acrescenta um elemento decorativo importante e pode contribuir significativamente para a atmosfera global de uma sala.


Visão geral de iluminação

Em cada sala é importante ter os três principais tipos de iluminação: ambiente, tarefa e dirigida. A luz ambiente fornece iluminação geral, a iluminação de tarefa direciona a luz para certas áreas de trabalho, e as luzes dirigidas fornecem drama, destacando objetos específicos (como um quadro ou escultura).
Uma vez que as salas de estar não têm um propósito específico (ao contrário de uma cozinha ou banheiro), é importante ter iluminação que possa iluminar suficientemente as atividades que acontecem lá. 
Seja para ler, assistir TV, se divertir, etc. A melhor maneira de conseguir isso é espalhar diferentes tipos de luzes por toda a sala. Além de ter os três tipos principais, também é importante certificar-se de que as luzes estão colocadas em diferentes níveis em toda a sala, começando pela altura da mesa e indo mais até o teto.

Tipos de Iluminação para sala

Existem vários tipos diferentes de luzes que devem ser consideradas para uma sala de estar.

Iluminação aérea

O tipo aéreo consiste em iluminação montada no teto, este tipo fornece luz ambiente preenchendo toda a sala com iluminação básica.
Ocasionalmente, elas também podem ser direcionadas para certas áreas fornecendo algo próximo à luz de tarefa (embora, uma vez que elas estejam montadas no teto, geralmente estão um pouco longe para fornecer a luz de tarefa direta).

Luminárias penduradas

As luminárias penduradas, como lustres, são fixadas ao teto, mas fornecem algo entre iluminação ambiente e tarefa (dependendo do tamanho e da colocação do acessório).
As pessoas geralmente não associam esses tipos de luzes com salas de estar, mas podem ser excelentes para adicionar estilo e drama.

Luminárias de mesa e de chão

As lâmpadas de mesa e piso geralmente são usadas como iluminação de tarefas e iluminação ambiental adicional. As luzes aéreas podem não chegar a todos os cantos da sala, então as use como luzes de enchimento onde for necessário.

Decorativamente falando, deve haver uma mistura dos dois em uma sala de estar. Espalhe-as e coloque-as, sempre que a luz for necessária ao lado de uma cadeira de leitura ou sofá, por exemplo.

Arandelas

As arandelas fornecem iluminação de sotaque quase exclusiva. Elas geralmente são usadas com pequenas lâmpadas de lustre de modo que a quantidade de luz emitida é limitada. No entanto, podem ser ótimas para criar luz de humor suave. Elas também são maravilhosas como acentos decorativos.

Dica para ponto de Iluminação

Os tipos de luzes que são usadas em qualquer sala têm um enorme impacto no espaço – não apenas em termos de luz real fornecida, mas no estilo decorativo da sala. Instalações de teto, lâmpadas e acessórios estão disponíveis em todos os estilos, formas e cores imagináveis, então as use para o seu maior potencial.

Uma das melhores coisas que você pode fazer na sala de estar é chamar um eletricista residencial para instalar interruptores dimmer (controle de intensidade de luz) para cada fonte de luz. É sem dúvida a maneira mais fácil de mudar instantaneamente a luminosidade do local.

A luz baixa geralmente é mais lisonjeira, mas nem sempre é prática. Com dimmers você pode alterar a quantidade de luz instantaneamente. Manter as luminosidade baixa também poupa energia e dinheiro.

Espero que essas dicas ajudem você a definir as melhores práticas de iluminação para a sua sala de estar, combinando design, estilo e praticidade.
Este é um guest post produzido por Augusto Cardoso.