Browsing Tag

dica de viagem

Dicas de organização Dicas para casa

11 dicas para deixar sua casa segura nas férias

Oi gente! Sei que algumas pessoas não tiram férias no fim do ano mas quando chega esta época, os assaltos e roubos aumentam muito pois a maioria vai viajar e fica dias fora. Se você mora em apartamento a segurança é bem maior, fica mais fácil sair e deixar o apê.

Mas, se você é como eu e mora em casa, alguns cuidados devem ser tomados. É por isto que hoje eu trouxe algumas dicas para deixar sua casa segura nas férias, enquanto você estiver fora.

1. Conheça seu bairro

Tem muitos assaltos nele? Ele é movimentado? Durante á noite tem bastante circulação de pessoas e carros? às vezes a gente pensa que um bairro mais movimentado ou então com casas mais ricas são mais seguros, mas pode ser exatamente o contrário. Os ladrões sabem que ali vai ter algo para roubar sem dúvida e mesmo com movimentação na rua eles sempre dão um jeito. Não se engane: mesmo seu bairro tendo movimento intenso, estar antenado é sempre importante, viu?!

Continue Reading

Decoração Dicas para casa Faça você mesmo - DIY Minha casa

DIY: quadro de lembranças de Las Vegas

DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

Oi gente! Demorei mas consegui fazer o quadro de lembranças de Las Vegas. E hoje eu vim mostrar o passo a passo dele.

Quem acompanha o Instagram do blog já viu uma fotinho #spoiler por lá. Fazia muito tempo que eu queria montar este quadrinho mas nunca dava tempo. Eu já tenho 3 quadrinhos deste de lembrança das nossas viagens para o Chile I, II e III, China e New York e você pode conferir as postagens sobre estas viagens, é só clicar nos respectivos nomes.
Eu já postei aqui no blog como ficaram os outros 3 quadrinhos, dá uma olhadinha. O passo a passo é bem fácil e na verdade você só precisa reunir tudo que quer colocar no quadrinho e ir montando como achar melhor.
DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

Estes quadrinhos estilo cubo com vidro eu comprei na Leroy Merlin e paguei R$49,90. Não é barato, mas confesso que eu não estava com disposição para inventar outra coisa. 

DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

Eu não tinha muita coisa para colocar no quadrinho, coloquei um postal todo colorido (bem a cara da cidade), ticket de evento, passagem aérea e um chaveiro. Colei tudo com dupla face, inclusive o grampinho que segura os tickets.

DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

A dica é montar tudo antes de colar e ver como vai ficar. Tem que cuidar também para não esconder alguma informação que você quer que apareça. Se precisar, dobre ou recorte para que tudo se encaixe melhor. Teve alguns tickets e panfletos que resolvi não colocar para não carregar muito a imagem.

Os quadrinhos que fiz estão por enquanto apoiados no encosto do sofá já que tiramos eles da parede quando instalamos nosso tecido de tijolinho à vista. Ainda preciso arranjar um local para pendurá-los mas acho que eles não combinaram muito com o fundo de tijolinho.
DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas
DIY-quadro-de-lembrancas-Las Vegas

Gostaram de ideia de como fazer o quadro de lembranças de viagem? Eu adoro esta ideia e o melhor é que, além de decorar, as lembranças ficam conservadas dentro da caixinha, mesmo que desbote um pouco.

Me contem o que acharam! Vocês guardam as lembranças de viagem onde?

Gostou das dicas? Compartilhe este post com os amigos clicando nos ícones abaixo!

Bjo bjo!
Dicas para casa Minha casa

Minhas compras de Las Vegas

Oi pessoal! Demorei mas cheguei com o post sobre nossas compras em Las Vegas, tem bastante coisinha legal!

Na verdade, como falei no post sobre a viagem, uma coisa que vale muito à pena é ir nos Outlets que tem lá. Eu confesso que não comprei muito pois o Dólar não está tão barato assim mas uma loja que estava com os preços ótimos era a GAP e foi lá que comprei as minhas (poucas) roupas.


Então vamos às roupas e também aos preços (muito importante!) e espero que vocês gostem. Ah, como falei, não são muitas coisas, na verdade gastamos mais fazendo atividades e conhecendo lugares do que comprando coisa.

1. Roupas na GAP

Eu nunca dei bola para esta marca mas quando entrei lá achei várias roupinhas legais, principalmente blusas de linha e cardigans. Óbvio que tive que comprar um casaco de moletom da GAP, básico, né. Ainda mais que eu adoro usar moletom.
Eu adoro estes tipos de shorts e calça para usar em casa. Só me arrependo de não ter trazido mais cores, são muito confortáveis. Dá até pra usar o short por cima do biquíni pra ir pra praia, fica legal.
Calça: US$8,99
Shorts: US$5,99 cada
Eu estava precisando de blusinhas de linha pois aqui em Floripa faz frio mas nem tanto para usar os blusões grossos que eu tinha. Esta preta acabei usando várias vezes na viagem, pena que não tinha mais cores.
Blusinha preta: US$11,99
Blusinha branca: US$13,79
Eu adoro cardigans e quando vi este aí me apaixonei! E também adoro usar moletom por isto não resisti ao moletom “uniforme” da GAP.
Cardigan: US$14,99
Moleton: US$19,99


2. Blusão Roxy e All Star

Eu estava louca por um All Star e me apaixonei quando vi este branco de couro!
Blusão Roxy: comprei no Outlet da Quiksilver. Ele é todo soltinho com manga larga. US$14,99
All Star: comprei na loja do All Star, barato não estava mas adorei por ser de couro. US$59,99

3. Souvenir

Óbvio que lembrancinhas não poderiam faltar (principalmente pra mim haha). 
1. Chaveiros: comprei para nós e para algumas (poucas) pessoas. Comprei na loja de souvenir. US$0,99
2. Martelinho preto: este comprei para nós. Comprei na loja de souvenir.  US$2,99
3. Postal: comprei para colocar no quadrinho de lembranças. Comprei na loja de souvenir.  US$0,70
4. Martelinho de vidro: comprei para algumas pessoas. Comprei na loja de souvenir.  US$0,99
5. Imã Las Vegas: não poderia faltar, né? Comprei na loja de souvenir. US$2,99
6. Isqueiro de cápsula de bala: comprei na loja Battlefield Las Vegas para meu pai. US$5,99


4. Canecas

Como eu AMO canecas, não poderia comprar só uma.
1. Caneca listrada: comprei pra mim na loja Rue 21. US$4,99
2. Caneca Las Vegas: comprei pra mim. Comprei na loja de souvenir.  US$5,99
3. Caneca Las Vegas: comprei para minha mãe. Comprei na loja de souvenir. US$5,99
4. Caneca rosa: comprei para minha cunhada. Comprei na loja de souvenir.  US$5,99


5. Outras coisas

1. Garrafa térmica de cápsula de bala: comprei na loja Battlefield Las Vegas. US$19,99

2. Vidro com pisca pisca: comprei na Rue 21. US$3
3. Vela aromática: comprei na Walgreens. US$1,99
4. Saboneteira / porta escova: comprei na Amazon. US$17,99


E aqui eles acesos, muito fofos.

Ah, apenas lembrando que estes preços são SEM TAXAS, ou seja, teve um pequeno acréscimo no preço final na hora de pagar mas nada muito absurdo.

Estas foram nossas comprinhas e se você quiser ver dicas e informações sobre viagem para Las Vegas dá uma olhadinha neste post. Ah! Tem vídeo no canal com as comprinhas também, dá uma espiada!

Bjo bjo!

Dicas para casa Relacionamento

Dica de viagem: Las Vegas

Oi gente! Nosso ano de 2017 já começou especial: fomos pra Las Vegas! E hoje eu vou contar tudinho caso você também queira visitar esta cidade maravilhosa!

Eu sempre tive dois sonhos: conhecer New York e Las Vegas e graças à Deus (e ao meu sogro hehe) eu consegui realizar os dois. Afinal, para conseguir fazer estas viagens tivemos um “paitrocínio” e, por causa disto, conseguimos juntar uma grana e aproveitar mais ainda nossa estadia lá em Las Vegas.


Ficamos 6 dias lá e deu pra aproveitar MUITA coisa pois a cidade realmente não dorme: tem coisa pra fazer 24h por dia. Antes de viajar eu pesquisei muito sobre onde ir, o que fazer, o que conhecer, onde vale a pena gastar, etc…. E isto é muito bom pois te ajuda a ter um rumo e não perder tempo. No link abaixo eu dei várias dicas como esta, dá uma olhadinha:


Eu resolvi não separar o post com pontos positivos e negativos (como fiz nos outros posts) pois sinceramente: não há quase nada de negativo para se dizer e tem muita informação e dica que é legal dividir com vocês.

DINHEIRO / TAXA / GORJETA

É legal você já levar alguns dólares na mão, além do cartão de crédito. Mas não leve apenas notas grandes, já leve trocados pois a partir da sua chegada nos EUA TUDO gera taxa e tips (gorjeta). Você não é obrigado a dar gorjeta, mas é bom dar já que grande parte do salário de quem trabalha com serviços é graças à gorjeta. E o atendimento em Vegas é sensacional, todo mundo atende tri bem, super simpáticos, puxam assunto… Talvez seja por causa da gorjeta, mas é muito bom ser atendido assim! A dica é dar mais ou menos 10% do valor da conta e quando eles te entregam a conta, ali já tem um espaço para você preencher o valor da gorjeta, caso queira dar.
Ah, além disto, em Vegas (e acredito que em todo o país) a taxa vem separada na conta, ou seja: você nunca vai pagar o valor real do produto, sempre um pouco a mais. Se no cartaz diz “suco US$2”, na hora de pagar será 2 e uns quebrados. O ideal é comprar tudo com dinheiro pois como já falei neste post, comprar com cartão de crédito é perigoso, você nunca sabe quanto irá pagar realmente. Mas, tem casos em que é necessário utilizar ele como o próximo item: Uber / Taxi / Aluguel de carro.

UBER / TÁXI / ALUGUEL DE CARRO

Andamos muito de Uber lá, é muito mais barato que táxi pois, além de pagar o valor do taxímetro, os taxistas te cobram mais uma taxa extra. Mas, para andar de Uber, você precisa pagar no cartão de crédito, sugiro levar seu cartão apenas para usar neste momento ou para alugar um carro, que também é necessário ser através do cartão de crédito. Em Las Vegas praticamente tudo é na rua principal, a Strip, mesmo que ela seja meio longa para fazer tudo a pé. Mas, não vale a pena alugar um carro, faça tudo a pé para aproveitar cada detalhe e, se quiser ir para algum lugar mais longe, vá de Uber. Lá o Uber é muito bem aceito, nos grandes hotéis tem até uma placa especial para o carro do Uber pegar os passageiros.

TEMPO SECO

Fevereiro é inverno nos Estados Unidos mas Las Vegas não chega a ser tão frio quanto em outros locais. O clima lá é muito seco, já que é no meio de um deserto. Leve MUITO creme hidratante e aplique protetor labial com frequência. É possível também que sua pele fique bem ressecada e rachada, além do seu nariz sangrar, isto é normal. Dizem que no Verão é insuportável ir pra lá.



ATIVIDADES 24H POR DIA

A cidade é tão linda que só o fato de ficar caminhando por ela já vale à pena. Tem muita coisa linda pra ver: estrutura dos hotéis, placas luminosas, shows na rua….. Saia durante o dia pela rua Strip mas saia durante a noite também, ela fica completamente diferente e sensacional. e todos os hotéis possuem cassinos e decorações diferentes, você pode entrar neles sem problema.

FREMONT STREET EXPERIENCE

Las Vegas é muito diferente do que mostra nos filmes, você precisa estar lá pra ver como realmente é, é algo incrível. E a melhor experiência de todas foi ir na Fremont, a rua mais antiga e famosa de Vegas. Sabe aquela rua toda iluminada com criaturas estranhas e muita festa? É lá. Foi a primeira principal rua de Vegas, onde tem os primeiros hotéis e cassinos. Ela é coberta e percorre mais ou menos 5 quarteirões, tranquila pra cruzar a pé várias vezes. 

O teto dela é todo de led onde aparecem imagens com músicas, interações com o público, etc. Você precisa reservar uma noite para ir na Fremont e não apenas cruzar ela e ir embora. Fique lá porque à qualquer momento pode acontecer alguma coisa diferente. Tem vários artistas de rua, bandas tocando e o legal também é que tem uma tirolesa que cruza a rua toda, você pode andar também! Esta rua é uma verdadeira festa, não tem como não se contagiar, pra mim foi a melhor parte pois ali eu senti que realmente estava em Vegas.

LIMITE QUANTO GASTAR

É muito importante você já ter em mente quanto quer gastar pois quando chega lá, tudo te convence a gastar mais e mais! Tudo te leva a comprar, comprar, comprar. A cidade toda parece um cenário de filme: tudo perfeito, pessoas felizes, caixinha de som pela rua com música 24h…. e você pensa “caramba, vou aproveitar o agora sem medo de ser feliz!!!” E, quando vê, gastou mais do que devia… hehe Sério, eles sabem como te convencer a gastar. Tudo tem uma taxinha, um custo extra… uma fotinho com o Elvis custa alguns dólares, casar na capelinha simples mais US$100…. não dá pra deixar a emoção tomar conta, viu! 

OUTLETS DE VERDADE

Um lugar que eu não tinha a menor vontade de ir era nos Outlets. Pensei: “pra quê viajar pra comprar roupas? Eu quero conhecer lugares!”. Mas, os Outlets de LV são inacreditáveis! E olha que o Dólar está meio ruim para nós brasileiros, né….. Will se empolgou e logo fez um rancho, e olha que ele nem gosta muito de comprar…rsrsrs Mas realmente vale a pena ir, tire o dia para isto pois eles são enormes. Tem 2 Outlets principais: o North e o South. Eles são praticamente iguais, nós fomos no North. É tipo um shopping aberto, as lojinhas são na rua e fomos em um dia de chuva, é muita vontade de gastar! hehe Tem loja de várias marcas como Adidas, Nike, Gap, Hugo Boss, Disney, etc… Tem muita coisa que vale a pena, viu! E se você comparar com os valores das lojas ‘reais’ dá uma baita diferença de preço.

BREAKFAST TÍPICO DOS EUA

O breakfast (café da manhã) é a refeição que o americanos mais valoriza. Eu estava louca para comer um típico breakfast: panquecas, ovo, pão tostado, bacon, etc…. E nós encontramos todas as opções no Denny’s Restaurant. Pesquisei e vi que é um restaurante bem clássico dos EUA, tem várias unidades. Não é caro, é bem simples e você se sente bem à vontade, vale a pena ir. Nos fomos no Denny’s que fica na frente do hotel “The Mirage”.

DICAS DO QUE FAZER

Cirque du Soleil
Quanto: a partir de US$70 (depende do espetáculo)
Quando: à noite
Dica: fomos no espetáculo do Michael Jackson “ONE”. Vale a pena ir pois é totalmente diferente de um circo de verdade.
Ponto negativo: não pode fotografar.
Fontes de Bellagio
O que é: apresentação das águas dançantes com música e jogo de luzes.
Quanto: de graça (na frente do Hotel Bellagio)
Quando: todo dia mas é mais legal à noite
Dica: o espetáculo acontece de meia em meia hora, se não me engano. Tente ficar bem no meio para não perder nada, além de ficar com a câmera ligada.
Vista panorâmica do Stratosphere
O que é: hotel mais alto de LV com 108 andares, vista espetacular da cidade.
Quanto: US$20
Quando: de dia e à noite, qualquer um dos dois
Dica: Se for na época de frio, leve um casaco a mais pois o vento lá em cima é muito forte.
Minus5 Bar de Gelo
O que é: bar todo feito de gelo -5°C no hotel Mandalay Bay.
Quanto: US$39 entrada (com direito a 2 bebidas)
Quando: de dia e à noite, qualquer um dos dois
Dica: eles dão casacos para você usar lá dentro. É só para entrar, beber rapidamente e conhecer, não é um lugar para ficar muito tempo pois mesmo de casaco é muito frio, até o copo é feito de gelo.
Ponto negativo: não pode fotografar, eles que fotografam. Isto te obriga a comprar a foto. Você pga US$40 para ganhar todas elas impressas e por e-mail, óbvio que pagamos né….

Stratosphere brinquedos radicais
O que é: 3 brinquedos no topo do hotel Stratosphere: Insanity, Big Shot e X-Scream.
Quanto: 
Subir no topo: $20
Subir + 1 brinquedo: $25
Subir + 2 brinquedos: $30
Subir + 3 brinquedos: $35
Quando: de dia e à noite, qualquer um dos dois
Dica: se for na época de frio, leve um casaco a mais pois o vento lá em cima é muito forte.
Ponto negativo: você já compra os tickets antes de subir, ou seja: decide se vai nos brinquedos antes mesmo de ver eles, coragem! Will foi nos 3, eu fiquei só olhando… hehe

Battlefield Vegas
O que é: local do exército onde você pode fazer fotos com tanques, objetos e também dar alguns tiros para desestressar. rsrs
Quanto: o pacote mais barato é US$160 com algumas armas, mas você pode dividir ele com outra pessoa. Não é barato, mas é uma atividade muito diferente do que qualquer outra coisa!
Quando: todo dia das 8h até 19h.
Dica: mesmo sendo caro, você precisa comprar alguma lembrancinha, tem muita coisa legal na loja deles. Nós compramos um isqueiro e uma garrafa térmica em formato de cápsula de bala.
Outras informações: eles buscam sua turma no hotel com um dos carros de exército e não se preocupe: é tudo totalmente seguro na hora de atirar: o instrutor te mostra como faz e fica o tempo todo do seu lado. Mas o barulho de tiro é ensurdecedor….

Placa Welcome To Fabulous Las Vegas
O que é: placa famosíssima na entrada da cidade
Quanto: de graça, você só paga uma gorjeta para o cara que fica lá tirando fotos.
Quando: de dia e à noite, qualquer um dos dois
Dica: vá lá fazer foto, mesmo se você já estiver indo embora da cidade.
Ponto negativo: fica muito fora da cidade, bem na entrada, não tem como ir a pé. Você precisa pegar um táxi para ir especialmente lá só pra tirar a foto.
A gente não chegou a ir, infelizmente não deu tempo e fica muito contra mão.

High Roller (Roda Gigante)
O que é: com mais de 500mt de altura, é a roda gigante mais alta do mundo. Cada cabine da roda suporta 40 pessoas.
Quanto: US$22 (dia) e US$32 (noite)
Quando: de dia e à noite, qualquer um dos dois
Dica: não esqueça a câmera!
A gente não chegou a ir, infelizmente não deu tempo.


Estas dicas de ‘coisas para fazer’ são coisas que nós queriamos fazer, lembrando que há muitas outras coisas para fazer lá como, por exemplo: visitar os Cânions, museu, exposições, parques de diversões, shows, musicais, etc… 

OUTRAS DICAS

. Geralmente o wifi do hotel é caro, nossos amigos nos deram uma dica ótima: compramos um chip de pré-pago com numero dos EUA que tem validade para 30 dias, ele é feito para os turistas. Pagamos US$45 e usamos à vontade: Will botou no celular dele e compartilhou comigo então nós dois tinhamos internet 24h por dia, tranquilamente. Ah, se possível, tenha uma bateria extra ou carregador para levar junto né, pois ficar conectado o dia todo acaba com a bateria.
. Não se preocupe com o que vai vestir, lá tem lugar para todos os estilos e gostos e ninguém te julga por isto.
. Tome um café da manhã bem reforçado para aguentar o pique do dia.
. A comida não é barata mas o lado bom é que é tudo em tamanho grande. Café eles servem à vontade, geralmente te dão uma caneca grande e ficam repondo quando acaba. Mas, o café deles é bem ruim, é muito fraco, um “chafé”. Ah e o leite também é bem diferente, mais grosso.
. Acorde cedo para aproveitar tudo, deixe para dormir quando voltar da viagem.
. Jogue pelo menos 1x no Cassino, é muito legal! Com o dinheiro que ganhamos no cassino a gente conseguiu comprar nosso XBox!
. Sempre leve seu passaporte com você, este é o documento que vale, não deixe ele no hotel.

Vou montar um post mostrando as coisas que comprei lá (roupas, lembrancinhas, decoração, canecas, etc), com indicação de lojas legais e os preços.

Se tiverem mais alguma dúvida deixem aqui nos comentários, espero que tenham gostado do post, apesar dele ter ficado enorme, mas é que eu queria contar tudo e não deixar nada de fora.
Bjo bjo!

*Informações e valores referente Fev/2017.
Dicas para casa

18 dicas essenciais para viajar pro exterior

dicas-essenciais-viajar-exterior

Eu não sou a pessoa mais viajada do mundo mas, quando dá, a gente viaja. Hoje em dia não é tão impossível viajar para fora mas se você nunca viajou pro exterior resolvi dividir com vocês algumas dicas simples mas importantes de lembrar.

Eu não conheço muito o Brasil, o máximo que viajei foi pra SP e eu moro no sul. Mas é tão caro viajar aqui dentro do país que, às vezes, compensa mais ir pro exterior. Já falei aqui no blog sobre as viagens que fizemos pro exterior: Chile I, II e III, China e Estados Unidos, vale a pena dar uma lida nos posts caso você vai pra algum destes locais.
LEIA TAMBÉM: como se preparar para viajar pro exterior

Mas, hoje eu quero dar algumas dicas essenciais para sua viagem, para você que, como eu, não viaja com frequência ou até mesmo nunca viajou para fora.

1. Onde você quer ir?
Primeiro, obviamente, defina onde você quer ir. Algum lugar mais perto? Algum lugar que seja barato? Algum lugar que fale uma língua fácil de entender? Decida isto para continuar com os outros passos. Se é sua primeira viagem e você tem certo medo de avião, escolha países mais próximos e, principalmente, que não precise de visto ou passaporte. Assim, a viagem fica mais fácil. Há países que não há necessidade de ter passaporte, exemplo: Argentina, Bolívia, Equador, Peru e Paraguai.

2. Evite o cartão de crédito
O melhor a fazer é antes de viajar comprar dólares, euros ou qual for a moeda do país visitado. Evite usar o cartão de crédito pois a cotação do dólar, por exemplo, pode variar e o valor que você irá pagar só é calculado em cima da cotação no dia que fechar seu cartão, não no dia da compra. Ou seja: você pode pagar mais caro ou dar a sorte de pagar mais barato.
3. Pesquise onde ir
Esta dica é essencial: mesmo se você for de excursão, pesquise sobre o país, se preocupe em saber onde ficam os locais que quer conhecer, procure atividades para fazer e planeje a viagem em cima disto. Não deixe para decidir na hora, pode ser mais caro e estressante.
4. Compre bilhetes e entradas antecipados
Se você quer conhecer algum ponto turístico, ir a algum espetáculo ou algum local que necessite pagar entrada, compre antes de ir viajar. A maioria dos locais oferecem a opção de comprar pela internet ou fazer reserva de horários, por exemplo. Quando fomos no Top of the Rock em NY compramos as entradas antes de viajar. Além de evitar filas, sai muito mais barato.

5. Conheça os costumes do país
Cada país é diferente e o que é normal aqui no Brasil pode não ser em outro país. Antes de cometer alguma gafe ou crime, leia sobre os costumes do país, o que pode e o que não pode fazer.

6. Vai fazer compras? Faça listas!
Não espere chegar ao local para decidir o que comprar: você irá comprar mais do que deveria e talvez se deslumbrar na primeira loja que conhecer. Faça uma lista do que você quer comprar: lembrancinhas para amigos, camiseta de turista, cosméticos, enfeite para a casa, etc… e já pesquise na internet onde encontrar estes produtos. Tem muito blog por aí dando dica de como fazer compras no exterior e onde comprar em outlets que valem a pena.
7. Confira a previsão do tempo
Esta é óbvia demais mas não custa relembrar: veja como estará o clima na época que você ir viajar para evitar levar roupas demais.

dicas-essenciais-viajar-exterior

8. Planeje suas roupas

Esta parte é muito difícil: saber a quantidade de roupas pra levar. Você precisa levar roupa suficiente para usar mas também precisa de espaço na mala para trazer compras, presentes, etc. Faça uma lista com os dias que você ficará fora: anote do primeiro até o último. Agora coloque em cada dia quais roupas necessárias para eles. Por exemplo: se no primeiro dia você vai usar um short e uma camiseta, anote. Você pode repetir roupas, sem problema! Afinal, você está viajando, não é necessário uma roupa para cada dia. Se for inverno, leve roupas grossas e tente trocar só as peças de baixo que podem suar, as de cima você pode repetir. Ah e não exagere nos sapatos.
9. Conforto para curtir
Tem gente que precisa estar impecável até mesmo durante uma conexão de vôos. Mas, se sua viagem for longa e necessita fazer escala, coloque uma roupa e sapatos confortáveis pois você ficará horas no aeroporto. E se você preza pelo conforto, leve roupas e sapatos confortáveis também para passar o dia conhecendo ou passeando no país que irá visitar. O importante é conseguir aproveitar tudo e sua roupa ou sapato não pode te deixar na mão. Ah, não esqueça de levar uma mochila ou bolsa transversal para ficar mais confortável para passear.
10. Use o cofre do quarto
Esta dica eu aprendi na prática. Na nossa lua de mel no Chile fomos roubados pela camareira do quarto. Deixamos todo nosso dinheiro espalhado e escondido nas malas em vez de guardar no cofre. Quando voltamos no fim do dia ela havia levado todo dinheiro mas as malas estavam intactas. Por isto, seja documento, passaporte, joias, dinheiro ou qualquer coisa que tenha valor para você: guarde no cofre. O hotel só irá te reembolsar caso você guarde no cofre. Mas não se esqueça de retirar na hora de ir embora, viu!
11. Não leve tudo com você
Na hora de passear ou conhecer a cidade, deixe no hotel uma quantia de dinheiro e passaporte. Leve com você apenas o necessário pois caso haja um assalto, você não irá perder tudo que tem. E sem passaporte não há como voltar, certo?!
12. Fotos, fotos e mais fotos
Comprar coisas é legal mas nada te fará recordar melhor do que fotos. Tire foto de tudo, não deixe escapar nada. Registre todos os momentos, passeios, descobertas, lugares… as fotos são as melhores lembranças de uma viagem.
dicas-essenciais-viajar-exterior

13. Identifique sua mala, não é cafona

É melhor ser cafona do que perder a mala, né! A maioria das malas são pretas, é super comum confundir ainda mais que não tem ninguém conferindo (e acho que deveria ter!). Cole etiquetas, amarre fitinhas e faça algo diferente na sala mala para avistá-la de longe e não correr o risco de alguém pegar por engano.
14. Fique de olho nas vacinas
Dependendo o país que você vai visitar, você precisa ter algumas vacinas em dia. Quando fomos para a China era necessário ter a vacina da febre amarela e quase perdemos o prazo pois precisa ter um tempo entre o dia que você fez a vacina e o dia da viagem. Se informe se é necessário alguma vacina e qual o prazo máximo que você deve fazê-la antes de viajar.
15. Vá de metrô, trem ou ônibus
Em muitos países o metrô, trem e o ônibus funcionam perfeitamente, não será necessário alugar algum carro ou gastar uma fortuna com táxi. Se informe como funcionam as linhas dos trens e metrôs e aproveite para adquirir aqueles cartões de embarque, funciona como um pré pago e sai mais barato do que ficar pagando cada passagem. Aproveite também para fazer alguns caminhos à pé, caso seja possível, vale muito mais à pena para conhecer os lugares.

16. Tente se acostumar com o fuso horário
Não adianta: o fuso horário é algo que vai acabar com você. Se você vai para algum local onde há muita diferença de horário comparado ao Brasil (mais de 10h, por exemplo) seu corpo não vai te obedecer. Será dia e seu corpo vai achar que é noite e de madrugada você vai acordar achando que já é dia… Os primeiros dias serão assim até o corpo se acostumar. Você vai virar um zumbi mas não desista: durante o dia evite tirar sonecas e resista para dormir somente à noite.
17. Na dúvida, vá de excursão
Nunca viajamos de excursão mas às vezes tenho vontade pois é muito complicado planejar todos os dias de sua viagem para fazer cada minuto valer à pena. Indo de excursão você não se preocupa com nada apenas em decidir se irá ou não nos passeios sugeridos. Há empresas de turismo que fazem pacotes bem legais e que você pode começar a pagar bem antes de viajar. Além de parcelar em suaves prestações, eles já te dizem que hotel ficar, que passeios farão parte do pacote, refeições, etc… É mais prático, menos estressante e mais seguro caso você se sinta apreensivo de fazer tudo por conta.
18. Guarde todos os tickets
Na volta para casa lembre-se de trazer todos os tickets, panfletos, imãs de geladeira, etc… e faça um quadrinho com lembranças de viagem como eu já mostrei aqui no blog, fica muito legal!
Acho que eras dicas eram as essenciais, caso alguém lembre de mais alguma, comente aí nos comentários! E aí, gostaram das dicas? Alguém vai viajar este ano?
Bjo bjo
Dicas para casa Minha casa

Comprinhas em São Paulo

comprinhas-em-sao-paulo
Oi gente, tudo bem com vocês? Aqui tudo certo! Como falei lá no Instagram do blog (@vidaloucadecasada) a gente foi pra São Paulo visitar uns amigos e, de quebra, conhecer a cidade. Afinal eu só tinha ido pra lá uma vez pra tirar o visto americano mas não cheguei a conhecer nada. Amei conhecer Sampa (#superintima) e surpreendi com tanta coisa legal para fazer lá. E como não sou boba comprei algumas coisinhas (poucas) aqui pra casa e resolvi mostrar pra vocês o que comprei e também onde vou expor elas. Opiniões e sugestões são bem-vindas!

As poucas coisas que comprei foram estas:

comprinhas-em-sao-paulo
E agora em detalhes e informações:
Trio de japinhas: minha amiga falou que o ideal é você ganhar elas e não comprar. Por isto estas eu ganhei dela 🙂 Eu comprei um jogo assim de japinhas quando fomos pra China. Então seriam chinesinhas?!
Espátula de silicone: eu sei, eu tenho muito cara de quem cozinha né. Mas estava precisando de uma espátula nova e aproveitei pois adoro estes coisas de silicone. Comprei no bairro Liberdade por R$10. Este bairro é conhecido por ser tipicamente japonês. Até a decoração da rua e dos prédios é estilo japonesa.
Cabine telefônica: fazia tempo que eu queria uma dessas mas sempre achei caro. Esta aí comprei no bairro Liberdade também por R$23. Ela é toda de ferro e, na verdade, é um cofre. Mas, quem usa, né?! Hehe
Torre Eiffel: Também fazer tempo que eu queria uma torre e paguei super barato na mesma loja da cabine telefônica: R$8. Tinha uma bem grande por R$36, valia super à pena mas não teria onde botá-la.
Quadrinhos de MDF: estes quadrinhos comprei na Av. Paulista de uma moça na rua. Todos os quadrinhos pequenos eram R$10 e esta caveira linda-perfeita-maravilhosa paguei míseros R$25. Queria ter comprado mais quadrinhos por R$10 mas não me agradei das outras estampas…
Como estou órfã de prateleiras e nichos para expor tudo que tenho, concentrei a maioria dos objetos nestas prateleiras pretas na minha parede de tijolinhos, acho que deu um toque especial:
comprinhas-em-sao-paulo
Coloquei a torre e a cabine telefônica com o globo de neve que eu trouxe de New York, dadinhos que eu trouxe de Macau e este quadrinho que adoro que comprei na China.

comprinhas-em-sao-paulo
Na segunda prateleira coloquei as 3 japinhas, um pôster que eu imprimi da internet e este sininho que comprei na China também.

comprinhas-em-sao-paulo
E na última prateleira uma foto com nossos pais, este telefone antigo que é um despertador e este lampião que era do meu avô.
comprinhas-em-sao-paulo
Aqui as prateleiras juntas e o porta chaves.
O porta chaves coloquei ao lado da porta, acima do alarme. Quero colocar mais quadrinhos ali, tudo da mesma medida que o porta chaves para preencher este espaço estreito.
E, para finalizar, a caveira que eu amei demais! Como ela é bem coloridona e adoro tequila resolvi fazer um cantinho “mexicano”. Este aí na foto foi só pra ilustrar mas pretendo colocar uma prateleira (ou nicho) com estes copinhos, martelinhos e cactus de pedra e pendurar na parede o chapéu, a caveira e este quadrinho que diz “one tequila, two tequila, three tequila, floor!”. Alguém sugere outra ideia?
comprinhas-em-sao-paulo
Sei que vocês gostam de foto do ambiente todo mas como minha sala é meio improvisada, meu sofá está feio e o resto da sala está meio pelada, tirei foto apenas do cantinho. Mas, talvez depois eu boto uma foto no Instagram da sala toda. Hehe
E aí, gostaram? Aceito opiniões e sugestões de mudanças também viu!
Bjo bjo
Dicas de organização Dicas para casa Faça você mesmo - DIY Minha casa

Lembrança de viagem: coloque em quadros!

Faz tempo que eu namoro uma ideia super original para expor as lembranças de viagem e é esta ideia aqui:

Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem

Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Já faz anos que tenho estas imagens salvas, mesmo antes de ir pra fora do Brasil. Porém, eu nunca sabia que quadro usar. Até que este mês a minha amada Leroy Merlin fez uma “promo” em “molduras caixa“, que são quadros mais fundos onde você pode simplesmente botar uma foto ou objetos dentro. Fui lá e deixei meu salário todo e comprei 3.
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Fonte: Leroy Merlin
Como nós já viajamos para 3 países (Chile, China e EUA), fiz uma moldura para cada um. Então começa a melhor parte: juntar tudo que você trouxe de viagem!
Algumas ideias:

. Ticket de evento
. Dinheiro local
. Passagem aérea
. Chaveiro / imã
. Símbolos que representam aquele local, etc.

Juntando tudo percebi que eu não tinha muita coisa não, o que mais tinha de lembrança eram moedas hahahahha Mas tudo bem, o que vale é a recordação 😉
Antes de mais nada eu imprimi 3 folhas com os nomes dos locais:
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Ok, eu sei que houve um pequeno erro de geografia aqui: 2 países e 1 estado mas é que AMO DEMAIS New York e eu quis colocar assim e ponto final. #aloca
E, se vocês perceberem ali na China tem “Macau e HK” junto. Eu não entendo direito como funciona, mas pelo que eu entendi eles são considerados separados da China, não sei! Acho que sim. hehe
Recortei e fiz esta folha A4 exatamente do tamanho do fundo da caixa, para ficar um fundo branco padrão. Separei tudo que eu tinha e já deixei em suas respectivas caixas, pensando em como montar depois (esta parte é a mais f*&%$, é complicado montar a caixa deitada sabendo que você vai pendurá-la de pé!).
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem


Montagem da caixa

1. Primeiro colei o A4 branco no fundo da caixa, para que ele não saia do lugar. 
2. Depois disto, eu fui fazendo tentativas, colocando os objetos para ver como ficava. Comecei pela caixa da China pois era o local que tinhamos mais coisas para colocar:
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
DICA: quando você terminar e decidir como ficarão os objetos, fotografe o conjunto para depois saber direitinho como montá-lo.

. Usei fita dupla face resistente e colei todos estes objetos acima na folha branca. Pressione bem para que fique bem fixo, pois depois eles ficarão na vertical e podem descolar. Depois de alguns minutos, levante este fundo da caixa e veja se está tudo bem coladinho e se nada fica caído para frente.
. Como a caixa tem profundidade, deixei alguns objetos soltos na frente, como por exemplo, botton ou moedas.
. Para os tickets, eu coloquei aqueles grampos de prender papel (foto ao lado) e colei o fundo deles com dupla face.
. Aí é só fechar o fundo da caixa com cuidado e pendurá-los na parede!
O resultado ficou assim:
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Entre os quadrinhos com lembrança de viagem e as prateleiras vou colocar nossos outros quadros.
Decorar-parede-com-lembrança-de-viagem
Vista da sala para o corredor com o nosso espelho janela <3

O que tem em cada quadrinho:

China:

Coloquei passagem aérea, dinheiro, mapa de MACAU, tickets de passeios e este cartãozinho escrito “office” meu cunhado usa para se comunicar com os taxistas chineses. Bem legal, ele nos deu um caso a gente se perdesse saberia voltar para casa ou para o escritório.


Chile:
Foto na neve, mapa de Santiago, moedas, botton, nota fiscal de coisas de decoração que comprei lá (e era muito barato) e uma girafinha que adoro e comprei de um artesão de lá.
New York:
Incrivelmente eu não tinha quase nada para expor de NY pois ficamos apenas 2 dias lá, não deu muito tempo. Coloquei moedas (muitas! Afinal, o que você mais faz lá é GASTAR!), mapa do Central Park, tickets, passagem aéra e botton. Este “City” na verdade veio junto com um outro quadro que comprei e eu não sabia o que fazer com ele. Combinou perfeitamente aí 🙂
Viram que o sofá inverteu de lado com a tv? Eu estou adorando assim. Eu coloquei os quadrinhos assim bem na ponta pois vamos encher esta parede de quadros <3
E ficou assim nossas lembranças de viagem, apenas aguardando viajar mais vezes e comprar mais molduras! hehehe
Dicas para casa

Dica de viagem: Pousadas românticas no Guarujá

Guarujá é uma cidade do litoral de São Paulo com praias agitadas e bem frequentadas pelo fácil acesso e opções de lazer que oferece. Mas, também conhecida como “Pérola do Atlântico”, não deixa de ter belas paisagens e ser um refúgio aos casais que desejam um tempo mais próximo e exclusivo um com o outro.
Para que nada falte, é possível encontrar algumas pousadas com climas românticos, que fazem com que a experiência no município seja a melhor das férias, feriados ou fins de semana. Mesmo com preços acessíveis, é possível alcançar o que procuram, desde a decoração, preparo das refeições, e aconchego nas opções de hospedagens da região.

A primeira dica vai para a Pousada “Costas Maris”, na maior praia do Guarujá, a Enseada. Suítes com camas box, TV led com assinatura, ar condicionado, ventilador e wi-fi gratuito são alguns dos atributos da pousada, com estacionamento interno e recepção 24 horas. Incluir um pacote romântico na estadia é uma ideia, afinal, nada melhor do que um champanhe, uma cesta de frutas, pétalas de rosa e uma boa companhia.
Em uma das praias mais limpas está a “Pousada Casa no Tombo”, que leva o mesmo nome da praia, também bem próxima de Pitangueiras (menos de 3 km). O local, além de simpático é confortável e garante toda a privacidade que os casais procuram. A localização ainda se destaca por estar próxima de restaurantes bem conceituados, que podem completar uma noite especial.
Já na praia de Pernambuco, a indicação é para a “Pousada Viladomar”, um pouco mais tranquila, mas a cinco minutos da praia, caminhando. Simples, mas bem organizada, continua sendo uma opção para os casais que buscam um pouco de sossego após os passeios, além de oferecer piscina. Para aqueles que buscam um pouco mais de opções de lazer, podem encontrar na Rua das Paineiras a “Pousada Solarium”, também na mesma praia.
Em um dos pontos de concentração das pousadas do Guarujá, a “Canto do Mar” tem destaque por estar quase em frente ao mar, próximo ao calçadão da praia do Guaiúba, uma das mais tranquilas. O clima romântico pode ser encontrado desde a entrada, em um caminho que atravessa um belo jardim, até as opções de hidromassagem e massagens do espaço SPA da pousada. Piscina, suítes bem equipadas completam o espaço, e, por que não, até mesmo algumas áreas para um brinde especial, feito apenas a dois. 
Para quem gostou destes post, acesse aqui e saiba tudo sobre restaurantes e pousadas no Guarujá.
Acompanhe o blog nas redes sociais: 

Dicas para casa

Dica para férias: pousadas em Boiçucanga

Localizada no litoral norte, mais precisamente na região de São Sebastião/SP, a praia de Boiçucanga recebe inúmeros turistas que ficam fascinados por suas areias brancas e águas cristalinas.  Roteiro certo para todas as idades, Boiçucanga oferece infraestrutura completa e excelentes pousadas.

Para quem deseja repousar em um ambiente mais tranquilo, a Pousada Céu Azul é uma ótima pedida. Colorido e alto astral para conquistar seus hóspedes e torná-los acima de tudo, amigos, a pousada conta com duas opções de hospedagem, que variam entre chalés e suítes. Além disso, os hóspedes podem relaxar em suas redes ou na bela piscina localizada na área livre da pousada. A Pousada Céu Azul fica na Travessa Amauri Teixeira Leite, 48.

Localizada a apenas 80 metros da praia, a Pousada Casarão é rodeada de muita vegetação e área verde. Além disso, disponibiliza 20 suítes com frigobar, tv, ventilador e varanda. Com área livre extremamente espaçosa, possui quadra de tênis, refeitório, entre outras opções de lazer.

Sua piscina é extremamente espaçosa e pode ser vista de diversas áreas da pousada. Ideal para momentos relaxantes e refrescantes, acolhe toda a família e ainda possui área para tomar sol e área para descansar com guarda-sol com mesas e cadeiras em seu entorno. A Pousada Casarão fica localizada na Rua Apiacas, 44.
O Harmonia Praia Hotel é um hotel pousada que está em funcionamento desde o ano de 2009. Localizado a apenas 10 metros da praia, é possível apreciar a paisagem e a vista para o mar diretamente da piscina do hotel, permitindo que o hóspede relaxe e se refresque contemplando o melhor que Boiçucanga pode oferecer.
Além disso, o hotel oferece três tipos diferentes de suítes, com direito a frigobar, televisão e ar condicionado. O café da manhã, muitíssimo bem servido, também está incluso no delicioso pacote. O Harmonia Praia Hotel fica localizado na Avenida Walkir Vegani, 2139.

Para você que curtiu o post, acesse o site e veja as principais pousadas em Boiçucanga 🙂

Acompanhe o blog nas redes sociais: 

Dicas para casa Relacionamento

Dica de Viagem: New York

Claro, não poderia deixar de contar sobre nossa pequena viagem para New York! Depois que voltamos da China (não viu sobre as dicas de viagem da China? Veja aqui). passamos por New York e ficamos 2 dias e 2 noites.

Meu sonho era conhecer esta cidade e pesquisamos muito sobre ela antes de ir. Ficamos em Manhattan (óbvio!) e lá realmente tem muita coisa pra fazer ou conhecer. Fomos com um roteiro praticamente pronto mas, após ficar uma semana na China e sofrer horrores por causa do fuso horário, estes dois dias em NY foram mais para descanso do que diversão. Sim, quase impossível ir para NY e descansar né! Mas estávamos exaustos, o fuso da China (11h de diferença) confunde muito o psicológico, é muito complicado conseguir dormir…para vocês terem noção, os dois dias que ficamos em NY fomos dormir meia noite e acordávamos as 3h sem sono nenhum, dai ficávamos acordados até a hora de sair demanhã….
Bom, mas vamos ao que interessa? Pontos positivos e negativos de NY:

Pontos positivos:

.É New York! Este é o ponto mais positivo de todos! Parece que você está perdido dentro de um filme, uma maravilha para quem (como eu) adora coisas americanas 🙂 Tudo lá é turístico e é lindo, os prédios são antigos e preservados misturados com construções mais novas.

. Lembrancinhas em todo lugar: claro, NY é uma cidade turística e em qualquer canto que você vai tem uma lojinha de lembrancinhas de NY/EUA. Diferente da China: lá demoramos muito para encontrar bonequinhas, imãs de geladeira, etc…apenas em aeroporto ou pontos turísticos. Em NY não: tem uma lojinha num canto da rua e lá você com certeza encontrará algum chaveiro, imã ou coisa do tipo escrito “I LOVE NY”. Você percebe claramente que o povo dos EUA é muito patriota até mesmo nos filmes…

. Opções de comida barata: nós fomos com o orçamento bem restrito e como queríamos dar preferência para presentes e lembranças da viagem optamos por comidas baratas. Vimos em vários lugares lanchonetes bem pequenas com placas “pedaço de pizza U$1”. Foi uma das melhores pizzas que já comi e o pedaço era enorme! Além disto comíamos sanduíches em padaria. Tudo pelo econômico! rsrs

. Manhattan caminhando: o mapa de Manhattan é muito fácil: são avenidas numeradas (5° avenida/6° avenida…) que cruzam ruas numeradas (rua 48/rua 49)…muito fácil se achar e encontrar lugares para ir. Fizemos TUDO a pé mas, pelo que pesquisei, andar de trem lá é muito fácil também. Táxi não vale a pena: além de caro sempre tem trânsito.

. Pontos turísticos: mesmo sendo caro, NY te oferece milhões de opções e lugares para conhecer. O Central Park foi um dos melhores, nem acredito que fomos lá, ele é perfeito coberto de neve. E é gigante, não dá para caminhar muito lá para dentro se não você se perde. hehe Sem contar que tem os lugares pagos, geralmente são caros mas você não pode ir para NY e deixar de visitar alguns de seus pontos turísticos.

. Segurança: não sei se tem a ver com o Super Bowl (pois é, nós estávamos em NY dois dias antes da grande final do Super Bowl que seria lá) mas em toda esquina tinha um policial. Podíamos caminhar à noite sem perigo algum.

Pontos negativos:

. Absurdamente caro! Faça um bom pé de meia para ir pros EUA, principalmente para NY. Tudo é um absurdo: pontos turísticos, lembrancinhas, camisetas, restaurantes, taxi…sem contar que praticamente para tudo você tem que dar gorjetas, até o taxista cobrou! Nós não podemos ficar convertendo o Dólar para Real quando estamos lá se não, acabamos não gastando em nada rsrs Sem contar que o americano ganha em Dólar né então para ele não é tão caro a vida lá. Mas, por exemplo, comprei uma blusinha bem simples de NY e paguei U$29. Faça x R$2 e uns centavos para ver quanto deu…

. Temperatura: NY é linda coberta de neve mas É HORRÍVEL SAIR NAQUELE FRIO! A temperatura estava entre -10 e -7…é indescritível este frio, sério. Você acha não vai sobreviver, daí você fica de mau humor, se agasalha um monte, mal consegue dobrar as pernas e braços e continua morrendo de frio! E todos os lugares que você entra (mesmo que for uma lojinha) tem calefação e você começa a tirar toda a roupa porque está muito quente lá dentro. O pior é que quando estávamos lá não nevou, tinha apenas o restinho da neve (bastante até) mas daí as ruas ficam com um aspecto feio e sujas. Nós nem íamos comprar luvas e sapatos especiais para neve, mas graças a Deus compramos. Comprei uma bota toda de lã e peleco e mesmo assim meu pé congelou. Compramos luvas de esquiar e toucas, não sei por onde entrava frio mas passei muito frio mesmo assim.

. Pressa: as pessoas lá são muito apresadas, parece que todo mundo está sempre atrasado. Então vocês perguntam “e daí? Você estava de férias!”. Pois é, mas quando as pessoas estão atrasadas o que elas fazem? Saem atropelando todo mundo! A gente não podia parar na Times Square para tirar foto sossegado porque sempre vinha alguém atrás querendo passar ou dando ombrada na gente. Imagina então pedir para uma boa alma parar e tirar foto da gente, impossível…

. Seriedade: sempre dizem que os americanos são bem estúpidos mas nestes 2 míseros dias que ficamos lá não percebi isto. Apenas percebi que eles são bem fechados e bem sérios. É normal ver pessoas sozinhas, quietas em seu canto e chega a ser estranho isto no meio da Times Square onde é lotado de gente! O povo parece ser meio individualista, mas ficam na deles.

. Idioma: mesmo que você saiba um pouco de inglês é muito complicado se comunicar com os americanos porque eles falam muito rápido! Você perde metade da informação e eles não gostam de ter que ficar repetindo, óbvio, são impacientes. rsrs

Acho que os principais pontos foram estes 🙂

Curiosidades:

Na verdade vim trazer dicas de lugares para conhecer:
. Central Park: é de graça, vale muito à pena, o lugar é simplesmente lindo, tem até esquilinhos e também dá para patinar no inverno.

. Vista panorâmica: tem duas vistas panorâmicas de NY: subir no Rockefeller Center ou no Empire State Building. Mas, como o Empire State é lindo demais, é melhor subir no Rockefeller e tirar uma foto com o Empire State tipo esta:

Obs: o preço para subir nos dois é praticamente o mesmo, comprando pela internet com antecedência ganha desconto. Pagamos U$27 cada mas a vista vale a pena.


. Madame Tussauds museu de cera: para quem gosta de ver artistas famosos só que de cera. Nós fomos e eu achei bem bacana, os bonecos são perfeitos e em tamanhos e proporções reais. Legal ir e ver que aquele seu ídolo é bem mais baixinho do que parece hehe Não é muito barato, acho que pagamos em torno de U$32 cada.

. Jogos diversos: nós queríamos muito ter ido assistir algum jogo de Hóquei ou Basquete mas, além de ser muito caro, estávamos podre de cansados e preferimos o quarto de hotel quentinho.

. Teatro da Brodway: este nós também acabamos não indo. Tem vários tipos de peças mas a mais famosa é Chicago. Diferente do que eu imaginava, não é apenas um teatro para todas as apresentações: são vários teatros da Brodway espalhados. Tem variações de preços mas mesmo o mais barato é caro (acho que o mais barato era U$70).

. Estátua da Liberdade: a estátua fica bem longe de onde estávamos (ficamos em um hotel perto da Times Square). Para ir até lá teríamos que pegar trem, táxi e sei lá o que mais. Sem contar, que a estátua fica numa ilha: ou você pega uma balsa e passa apenas lá perto (de graça) ou você desembarca na ilha da estátua, espera horas na fila e gasta uma nota só pra isto. Sem contar que ela é muito pequena, vimos ela quando estávamos entrando em Manhattan, sério, achei que ela era maior…

. Museu: para quem gosta de museu Manhattan é o lugar. Tem muitas opções e para todos os estilos e preços. Tem museu de graça também. Mas, como não é a nossa praia, nem fomos.

. Lojas temáticas: vocês tem que conhecer as lojas temáticas que tem lá. Tem da MM’s, da Disney, do Lego…(in)felizmente fomos apenas na da Disney e já foi uma perdição: eu quis comprar muita coisa…pra mim! Você se perde lá dentro, tudo é encantador: a decoração, a música, o clima do ambiente, os atendentes….

Para quem vai pra NY e curte filmes americanos, é legal pesquisar sobre alguns que foram rodados lá e ver os locais que aparecem nas cenas. Um seriado que se passa em Manhattan e que eu estou viciada é o Gossip Girl. Nele aparecem vários prédios famosos e pesquisando você descobre como encontrá-los 🙂 Como nós ficamos só 2 dias nem deu para procurar muitos lugares…
Times Square
Vista panorâmica do Central Park
Vista panorâmica do outro lado (OBS: imagina o friozão de NY só que em cima de um prédio alto, pennssaaaaaa no frio!)
Central Park
Esquilinho 🙂
Central Park
Esquilinho 🙂
Museu de cera
Espero que tenham gostado, quem aí já foi pra NY? Teve a mesma impressão que eu?
Conte-me! Conte-me!